Posted on

O novo álbum “All of me” do trompetista Português, Luis Martelo, acaba de ganhar hoje a medalha de prata na categoria de jazz no Global Music Awards, e Luis ganhou ainda medalha de prata como 2º melhor artista Revelação do mundo 2021 ❤🎺

O novo álbum “All of me” do trompetista Português Luis Martelo, acaba de ganhar hoje a medalha de prata na categoria de jazz no Global Music Awards, e Luis ganhou ainda medalha de prata como 2º melhor artista Revelação do mundo 2021 ❤🎺 

Luis que ganhou a medalha de Bronze em 2020 como 3° melhor instrumentista do mundo, dá um grande passo em frente este ano com a Medalha de Prata a nivel Global. 

O Global Music Awards é o equivalente aos Grammy para músicos independentes e ser o vencedor de prata no mundo todo é absolutamente inacreditável para o Luis. O álbum conta com grandes músicos como Mark Upton Royal Marine que fez tour com Ed Sheeran, Andrea Bocelli e Rod Stewart. Nick West, Cally Jones e Ben Savage, todos músicos da Royal Marines Band. Rudney Machado, trompetista brasileiro da Ivete Sangalo. Os trompetistas portugueses: Sandro Félix, trompetista do Boss AC, Gonçalo Seco, trompetista dos Kumpania Algazarra, trompetista Diogo Duque dos HMB, Salvador Sobral e Black Mamba, João Coca trompetista dos Phil Collins Legacy, Rui Chainho trompetista do Tony Carreira. Franklin Araujo, o saxofonista brasileiro da Claudia Leitte, o cantor britânico Simon Newton e o multi instrumentista Joe Moretti, o baterista Phil Horler e a violinista mexicana Naomi Wilmshurst. O produtor Sebastien Zunino da França e Rich Stockley da Inglaterra do White Noise Studios onde o album foi todo trabalhado ❤

Album no Spotify https://open.spotify.com/playlist/06cIRwqAYHdMT8acnzPCXU?si=kvJoHz5RSdupX8wH2DIZPg&utm_source=copy-link&dl_branch=1 

Link do álbum do Youtube https://youtube.com/playlist?list=PLzY6G0Uohx9r_OJdMzxycXReLDAVC8z5u

Posted on

Trompetista de Barcouço encerra Meajazz

O trompetista Luís Martelo, oriundo de Barcouço mas radicado no Reino Unido, vai encerrar o Meajazz, festival de jazz que decorre no Cineteatro Messias a 3 e 4 de setembro. O evento conta ainda com músicos de Itália, Brasil e Bielorrússia.

Luís Martelo fecha o dia 4 de setembro, depois das atuações dos italianos Cucoma Combo, dos aveirenses Vénus Matina e dos bielorrussos Mova Dreva.

No primeiro dia, sobem ao palco do Cineteatro a portuguesa Maria Casal, os brasileiros Ciro Cruz Quarteto (liderado pelo baixista de Gabriel, O Pensador) e a portuense Sónia Pinto.

“É o melhor cartaz de sempre e dá-me particular satisfação contar com um músico do concelho no Festival”, considera o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Rui Marqueiro.

A entrada é gratuita, bastando que os interessados levantem bilhete na bilheteira do Cineteatro. A Câmara Municipal vai ainda disponibilizar testes à Covid-19 a quem quiser fazer.

Fonte: Jornal da Mealhada

Posted on

“Por muito que tudo corra bem nunca és 100% feliz num país que não é o teu”

Depois de três anos a viver na rua, Luís Martelo, hoje com 31 anos, natural de Barcouço, Mealhada, rumou em 2014 a Inglaterra em busca de «um futuro melhor e com o sonho de recuperar a carreira na música». Com o trompete sempre debaixo do braço e um trabalho que começa agora a dar frutos, o jovem foi, recentemente, galardoado com a Medalha de Bronze dos “Global Music Awards 2020”, nos EUA, como o terceiro melhor instrumentista do mundo.

Fonte: https://www.diarioaveiro.pt/noticia/66370